Odisseias no Norte III

By quarta-feira, agosto 05, 2015 , , ,




Depois de andarmos pelo Douro, resolvemos seguir rumo ao Minho até à Quinta de Resela, a noroeste de Portugal, onde o silêncio concorre apenas com o som dos grilos num espaço em “nenhures” a 10 minutos de Braga e a 20 de Ponte de Lima. Por aqui, a calma é a rainha e os passeios românticos são a lei. Não se passa nada, no bom sentido, e a piscina convida a mergulhos demorados enquanto pomos a leitura em dia, e as varandas dos quartos ou as janelas com vista para o jardim "Aconchego" clamam por acordares sem tempo; Até o pequeno-almoço é cúmplice já que só começa às 9h30 (a não ser que se queira mais cedo) para promover este ritmo.







Estamos no concelho dos lenços dos namorados (peças de artesanato e vestuário típicas do Minho usados por mulheres com idade para casar, fabricados a partir de um pano de linho fino e bordados com motivos variadose há, pelo hotel, vários expostos em quadros que prendem a passagem na curiosidade de os ler... 
 



O restaurante é especializado em tapas e o menu de hóspede inclui por 10 euros 3 entradas, 1 prato principal, bebida, sobremesa e café. Além de tudo, a simpatia do staff é um dos pontos mais fortes. Sabem quando as pessoas nos recebem com tanto gosto e de forma mesmo genuína? Assim é por estes lados, apesar de saber que é regra no Norte. Um agradecimento especial à Patrícia Leitão que nos deu inúmeras dicas de roteiros e que nos fez querer voltar à região (para engordar mais uns quilos e para viver ainda mais as tradições). Passámos duas noites fantásticas aqui com a Odisseias, mas não ficámos por aqui...





You Might Also Like

1 comentários

Welcome to our website !