Paris: Diário de Bordo, dia 2

By quarta-feira, outubro 16, 2013 , , , , , , , , ,

E aqui ficam mais algumas memórias de Paris. Custa cada vez mais escrevê-las…
Paris também vive dos mercados (embora num estilo ligeiramente mais classy). Descobrimos um que me deu (quase) vontade de cozinhar horas e horas sem parar. Adorei os pormenores para a cozinha e  casa. Só não fotografei mais porque parecia uma tontinha a tirar fotos a garrafas de azeite e assim…
Ah, viram a Gaiola Dourada? Estava numa casa com um pátio com flores e uma porteira portuguesa. Lembrei-me logo do filme!

A casa ficava em frente ao Le Bon Marché que me prendeu nas montras que a Sophia Coppola criou para a Louis Vuitton…


Já sabem que as minhas viagens passam sempre muito por andar a pé ou de bicicleta e esta não foi exceção. De tarde, fomos passear para a zona dos artistas em Montmartre. Ainda antes de chegarmos descobrimos uns smoothies que nos refrescaram a alma. Mas ainda me faltava um café… Tempo de sentar na esplanada e de ver as diversas manifestações artísticas. Há umas francamente engraçadas. Haja criatividade!


Mas esta é apenas uma preparação para algo maior, a arte levada ao seu expoente máximo: o Sacre Couer. Talvez a proximidade de uma obra assim inspire os artistas de todo o mundo que ali se juntam. É, sem margem para dúvidas, uma das minhas zonas preferidas de Paris, pela imponência. Pela vista. Fica Paris inteira a nossos pés. E mesmo com chuva e céu carregado a vista é soberba.

Não gosto de visitar as cidades com pressa, nem na pele de turista. Por isso fizemos tudo com muita calma, passeámos sem tempo e sem roteiro (e sem guarda-chuva também!)


Claro que há sempre doces que me chamam de mansinho em cada esquina… Um kg a mais foi tudo o que conseguiram fazer-me. Mas já recuperei. Quando regressei fui direitinha para o ginásio!


Ao fim da tarde descemos até ao Moulin Rouge e percorremos a cidade de bicicleta até ao Arco do Triunfo e aos Champs Elysées onde fiz uma pequena compra na H&M. Íamos sair à noite nesse dia e queria estar gira, que as francesas são tão bonitas e estilosas que me deprimem. Acabei a fazer uma aquisição de uns stylletto baixinhos muito clássicos e práticos que fazendo a perna elegante não me deram dores de pés, mesmo percorrendo a cidade inteira a pé às 05 da manhã. A noite terminou da melhor forma no Djoon!

You Might Also Like

4 comentários

  1. Que saudades:)) estive em Paris no ano passado:) e adorei! Quem é que não fica rendida aos encantos dessa cidade?:)

    Http://styleloveandsushi.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo Filipa, a mim só me falta mesmo o mar :) beijinhos!

      Eliminar
  2. Oh já estive em Paris há alguns anos e deu cá umas saudades ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um dia destes tens de voltar ;) Fico contente que o meu post te tenha dado saudades, é bom sinal! ;) beijinhos

      Eliminar

Welcome to our website !