Uma ervilha chamada Portugal

By quinta-feira, agosto 01, 2013 , , , ,

Quanto mais vivo, quanto mais existo, mais percebo que nada na vida é por acaso. E quanto mais me movo mais reparo que o mundo é uma batata (frita se possível) e Portugal uma mera ervilha. Ontem, fui fazer um trabalho que nunca faço, foi um extra. E em tempos de crise não se recusam extras! Nesse extra, cruzei-me com um senhor que também faz uns extras. Olhei para ele e sabia que conhecia a sua cara de algum lado. A tua cara não me é estranha, literalmente, pensei. Percebi que era do seu trabalho principal que o conhecia. O Luís trabalha no INEM e foi ele que socorreu a minha mãe naquele grande susto que vos contei há algum tempo. Não me lembro dele pelos melhores motivos, é certo, mas mais tarde, depois do incidente, dei por mim, várias vezes, com pena de não ter podido agradecer devidamente à equipa de socorro pela força que me deu, por me ter dito para sorrir e ter sangue frio, e pelo carinho que deram à minha querida mãe a caminho do hospital. Lembrei-me várias vezes disso e cheguei a pensar que devia procurá-los nos bombeiros para agradecer. Mas depois senti-me parva e nunca fiz nada.
E ontem, que nem um presente, o destino, ou o que queiramos chamar-lhe, deu-me a oportunidade de lhe agradecer pessoalmente. Hoje sei que o Luís, além de ter estudado à noite para poder trabalhar com o INEM e de ter sido o melhor aluno, adora BTT. Sei que já viu histórias dramáticas de morte injusta, dura e cruel, mas que também já socorreu milhares de pessoas e que deu vida a três bebés "lindos" em partos de ambulância. E, como o Luís tantos bombeiros e senhores do INEM que todos os dias cuidam de nós sem nos pedirem nada em troca. Ao Luís e a todos, o meu reforçado obrigada!

You Might Also Like

5 comentários

  1. os bombeiros e o INEM fazem um trabalho maravilhoso todos os dias, mas há muita gente que os critica e deita abaixo

    ResponderEliminar
  2. acho que fizeste muito bem (: alem que não sei o que aconteceu com a tua mãe mas acho que do que me pareceu um obrigada nunca é de mais

    ResponderEliminar
  3. Ainda bem que aproveitaste esta feliz coincidência e lhe agradeceste.
    Tenho a certeza que ele adorou e o fez sentir valorizado quando a carga emocional associada ao que faz é tão pesada.

    Beijinho

    ResponderEliminar

Welcome to our website !