Até já

By quinta-feira, abril 19, 2012

Não há boas maneiras de dizer adeus ou sequer boas despedidas. Estas significam sempre um fim (tinha um amigo que dizia que não se despedia porque assim tinha sempre razões para recomeçar, mas raros são os que pensam assim e os que vão na conversa!). Há vezes menos dolorosas do que outras, mas uma despedida é sempre o fecho de um ciclo. Não há palavras certas ou erradas e mesmo o "Até já" daTMN não veio facilitar as coisas porque é um até um ponto incerto. E isso aflige os que se preocupam e importam. Mesmo que seja só isso. Não há maneiras certas de se dizer adeus, formas de explicar ou de dizer que o fim chegou. Não há tons certos ou expressões que possam salvar o momento ou torná-lo menos pesado. Nunca é justo nem sabido se custa mais a quem diz adeus ou a quem o ouve. Nunca é certo de que lado dói mais. Se de quem diz , porque profere e vê o adeus nos olhos do outro, ou se de quem ouve e sente no coração do outro. A cada um na sua maneira. A cada um ao seu jeito. Cada um vai levar o seu tempo. E para quê filosofar ou pedir respostas? As despedidas muitas vezes não têm porquê, são isso mesmo, um adeus vago e solto preso num estendal de "e ses" e promessas quebradas, num feixe de esperanças vãs sustentado apenas pela aurora de novos começares, de novas correntes que nos ligam e suportam vida fora.

You Might Also Like

20 comentários

  1. Espero que seja mesmo um até já.. volta rápido.

    ResponderEliminar
  2. Minha querida Mia,
    As despedidas podem, e são, muito dolorosas.
    Como todo o sofrimento na vida temos de agarrar a oportunidade de página virada, olharmos para outra, em branco, prontinha para começar a ser escrita. Quems abe se eese adeus não te proporcionou um novo olhar e a descoberta de novas coisas muito boas?
    Aventura-te, mesmo com o sabor da despedida ainda na boca.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Pérola, não podias ter mais razão. Foste certeira nas palavras e sábia... beijinhos

      Eliminar
  3. Um adeus... ou um recomeço?!
    Há sempre dor... mesmo no recomeço, porque nada é igual!
    Mesmo que o igual anterior fosse mauzinho.
    Toma um xi...

    ResponderEliminar
  4. Respostas
    1. Nada querida :) Sabes que gosto de meditações!

      Eliminar
  5. Olá Mia,
    espero que venhas depressa!
    Não demores.
    Recomeça se o tiveres de fazer, não digas o adeus diz antes «até já» !
    Bjs
    Fica bem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá :) Isto foram só pensamentos, eu estou aqui mas obrigada pela preocupação! beijinhos

      Eliminar
  6. Mas não te estás a despedir de nós, pois não?...

    ResponderEliminar
  7. Respostas
    1. Não te preocupes que foi apenas escrito! beijinhos

      Eliminar
  8. Gostei mesmo muito de ler este texto. Até porque sei que preciso de dizer adeus e não consigo, mas não o fazer está a matar-me por dentro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que consigas fazer aquilo que for melhor para ti :) Força! beijinhos

      Eliminar
  9. quando o que quero dizer não é mesmo um ponto final, não gosto de dizer adeus, às vezes nem "xau". eu digo sempre "até já". mas quando o que se quer dizer mesmo é um ponto final, então sim, deve dizer-so, mesmo que nos mate por dentro, porque às vezes tem que ser.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro Daniela. Também sou assim :) beijinhos

      Eliminar

Welcome to our website !