Sobre as segundas escolhas

By sexta-feira, janeiro 06, 2012


Ontem, em conversa com uma amiga, dizia-me ela que não queria ser segunda escolha de ninguém. Ninguém quer! Queremos ser sempre a primeira opção e ser the one. Mas e se alguém nos descobrir, e se inicialmente formos uma segunda opção para depois sermos uma primeira? Está mal? Eu comecei a gostar de uma pessoa com outra ainda recalcada. O certo é que, se inicialmente parecia uma cura, essa pessoa assumiu proporções muito mais importantes do que a causa da dor. Sim, inicialmente foi uma segunda escolha, mas para ser a escolha teve que sê-lo. Podia não ter sido assim. Podia ter sido amor à primeira vista e também foi. Mas foi mais do que isso. Foi construção, carinho, entrega e conquista. As pessoas importantes não escolhem os momentos em que aparecem ou a deixa perfeita para se tornarem especiais. As pessoas mais importantes são aquelas que muitas vezes nos passam ao lado, mas que se tornam indispensáveis. Aquelas que, de segundas escolhas, se tornam numa não escolha, em algo completamente certo e impossível sequer de ponderar escolher. Mais do que a primeira ou segunda-escolha, a escolha final.

You Might Also Like

15 comentários

  1. Concordo plenamente mas, infelizmente, o romantismo utópico que rege a minha vida, nem sempre me dá a clareza suficiente para ver que ser-se uma segunda escolha e/ou optar-se por uma segunda escolha não é, necessariamente, mau. Tenho esperança que a sabedoria da maturidade dos 30 transmita essa capacidade de não se ficar a suspirar pela primeira escolha que, a certo ponto, nos deixou de escolher... Um bom ano!!

    ResponderEliminar
  2. Acho que não há segundas escolhas...
    Se algo mudou do que se sente da "primeira opção" para a "segunda opção", é porque houve a tal conquista e entrega!
    Mais do que ser primeira escolha ou não, é sentirmo-nos bem, apaixonadas, respeitadas e adoradas.
    Há melhor que o amor? <3

    ResponderEliminar
  3. Concordo. Mas não deixa de ser frustrante só apanhar decepções de pessoas.

    ResponderEliminar
  4. Na última frase (últimas palavras, aliás) disseste tudo o que sinto. Escolha final :)

    ResponderEliminar
  5. Eu concordo contigo, sem dúvida. A primeira escolha, nesse caso, pouco conta.
    **

    ResponderEliminar
  6. Não podia concordar mais :) Depois de três anos a aturarmo-nos um ao outro, ambos sabemos que ao início eramos segundas escolhas um para o outro :) Agora já não há mais escolhas a fazer! :D

    ResponderEliminar
  7. Concordo perfeitamente contigo. Eu dizia ao meu namorado (quando ainda não o eramos) que gostava de outra pessoa, que ele era vá a 2ª opção. Ele conseguiu ver que eu só me estava a esconder da 1ª pessoa para não "me entregar ao amor" (oh lord, que lamechas!). Não trocava o meu moço por nada!!quem nos consegue ler assim é um número 1!;)


    *****sara

    ResponderEliminar
  8. Pois é, o Amor n escolhe ,idades nem lugares tipo 1º ou em 2ª mão...ele simplesmente acontece e pronto. Na minha opinião, n há nada a contestar pq se existe esse enlace é pq a Vida sentimental da outra pessoa as coisas n estavam tão bem.

    bj
    Fica bem

    ResponderEliminar
  9. Tenho pois Cris!

    Happy woman! Obrigada pelo teu comentário. Adorei o que escreveste, porque é mesmo isso! Por vezes somos ambiciosas e construímos castelos na areia sem ver à frente deles. Mas acredita, a vida, e não tem que ser nos 30 encarrega-se de nos ensinar e de mostrar se é a primeira, a segunda ou a terceira escolha!

    ResponderEliminar
  10. M, tens toda a razão! Acima de tudo o amor e o sentirmo-nos bem porque nós somos a primeira escolha, sempre! ;)

    Ainda bem que achas Isa :)

    Claro que sim padrões, mas também serão essas desilusões que nos farão valorizar os momentos bons!

    Mas é mesmo isso Raquel. Se foi uma primeira, segunda ou terceira pouco importa. Desde que seja a escolha final.

    ResponderEliminar
  11. Ainda bem 100 pretensões! ;) Bem-vinda a este espaço!

    Que bonito Catarina, e que bom exemplo. :) "agora já não há mais escolhas"!

    Sara, que sorte que tens! Afinal de contas não só soube esperar por ti, como ver-te genuinamente! Gosto tanto de histórias assim! :)

    Obrigada LOL aos 40. Sim, se surge a dúvida...

    Beijinhos a todos!

    ResponderEliminar
  12. Estive a ler alguns dos teus textos. Gostei mesmo muito. Sinto que transmites mensagens de uma forma tão simples e ao mesmo tempo com sentimento. Comento este texto porque não podia concordar mais. =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Misa, obrigada! fico mt contente por gostares e por te identificares... bjnhs

      Eliminar

Welcome to our website !