Bigger

By segunda-feira, janeiro 09, 2012

Este era o toque do despertador de uma antiga grande amiga. Custava-me ouvi-lo, ao despertar, já que significava sair do quentinho, na maior parte das vezes, depois de noitadas, ou de trabalhos feitos até à última por entre turnos alternados de membros do grupo. Contudo, mesmo significando algo duro, esta música sempre me trouxe calma. Mas nunca até hoje lhe prestara a devida atenção! Depois de um dia cansativo, a caminho de casa, enquanto tentava conversar com os meus botões, dei por mim atenta à letra e a pensar “é mesmo isto!”. Às vezes gostava de ter um corpo maior, de poder extrapolar as minhas emoções, o talento que sei ter, mas que tantos dias sinto não valer nada. Gostava de, por um dia, fazer tudo o que me dá na gana. Mas, sobretudo, gostava de poder ser mais, de não sentir que tenho as asas cortadas. De poder voar sem estar presa ao que está certo, ao que fica bem, ao que vão pensar. Custa-me sentir que sou tão mais e maior e não poder fazer nada para contorná-lo. Hoje estou assim cheia de vontade de fazer tanta coisa e sem tempo para fazer nada, grounded, presa, amarrada. Someday I’ll be bigger than my body. Eu sei que vou.

You Might Also Like

5 comentários

  1. Falta-me o tempo para ouvir a música, vim à net num pulinho, mas não resisti em comentar. Que palavras tão bonitas. O John consegue ser absolutamente genial.
    Nada como ganhar o impulso e conseguir ir mais longe. Vais conseguir, certamente! :)

    ResponderEliminar
  2. Adoro esta musica e o artista. De tantas vezes que ja ouvi esta musica só me recordo verdadeiramente de uma vez. Ia a caminho da praia, com os meus amigos no carro, uma linha recta e o vento e o sol a bater na cara. Foi uma das vezes em que me senti feliz, apesar de querer ser tudo e n conseguir ser nada. Vivi um pedacinho de esperança naqueles minutos.

    ResponderEliminar
  3. Obrigada Analog por gastares o teu pouco tempo deste lado! ;) Tb espero bem que sim...

    Que bonito Rute! Acho q a música nos transmite essa força e encanto especiais :) Havemos de ser maiores!

    De nada Ana! ;)

    Beijinhos meninas!

    ResponderEliminar
  4. Sabes, li este post e fiquei sinceramente arrepiada. E nostalgica. Ainda hoje, passados oito anos desde a primeira vez que a ouvi (Jesus, estou a ficar velha!!) esta música significa o mundo para mim. E também um tempo que me parece cada vez mais distante.

    Obrigada pelo post.

    P.S. - Acho que estou a precisar de mais uma conversa para me redimir.

    ResponderEliminar

Welcome to our website !