Fight Club

By terça-feira, dezembro 06, 2011


“A resistência à mudança é o congelador dos vencidos: é a fórmula ideal para manter a vida morta”. Joaquín Lorente, “Pensa, é grátis”
Embora custe, e seja sempre doloroso, mudar é importante e vital na nossa vida. Embora teimemos em adiar certas decisões e demos voltas ou  façamos muito jogo de cintura para aguentar, há decisões inadiáveis e cruciais na nossa vida. Mesmo que abalem a nossa zona de conforto, a nossa estrutura certa e estável e nos obriguem a dar alguns saltos inesperados. Mesmo que, como o homem da Alegoria da Caverna de Platão, estejamos presos por grilhões e nos doa tanto ver a luz porque estamos agarrados às sombras, temos que ter coragem para sair da gruta, da caverna escura embora acolhedora, porque só assim poderemos ser mais.  E, às vezes, é mesmo um mal necessário pois só depois estaremos aptos para novos desafios. Quando me perguntavam porque saí de um sítio estável para um emprego instável, não sabia que ía ter tantas certezas como as que tenho hoje para responder o porquê. 

You Might Also Like

2 comentários

  1. Nem todos os sistemas permitem essa grande mudança. Por vezes só faz sentido as pequenas mudanças que aparentemente são mais do mesmo. Mas a isso chama-se auto-organização e autonomia dos sistemas. Dar um salto qualitativo mete medo e nem sempre se está pronto para tal.

    parabéns!

    ResponderEliminar
  2. Sem dúvida Duchess ;) Nem sempre é possível, mas neste caso falava de mudanças no nosso próprio sistema, que às vezes encobrimos tão bem!

    beijinhos

    Mia

    ResponderEliminar

Welcome to our website !