Os laços nunca ficam de fora

By segunda-feira, novembro 07, 2011 ,



E já passou mais um fim-de-semana. Fomos para uma pousada muito bonita onde aproveitámos para descansar e para estar juntos, como família. É sempre tão bom, até porque são raras as vezes em que temos oportunidade. Claro que há alguns desentendimentos pelo meio, mas não seríamos nós se assim não fosse. Somos demasiado intensos, nos nossos feitios próprios. Mas ao menos importamo-nos a sério. Há famílias que parece que andam a pairar. Nós pertencemos à raça das que dão demasiado conta uns dos outros. Quanto mais não seja se deixar de haver muito barulho, é porque alguma coisa não está bem. Notamo-nos. E isso tem que ser bom.






Voltei a uma cidade que conheco das queimas e sobretudo de noite, mas Coimbra é também muito bonita de dia. E como adepta, que sou, de viajar dentro de um país lindo como o nosso, andei a passear e a redescobrir recantos de Coimbra. O Penedo da Saudade não podia ficar de fora do roteiro.







E num fim-de-semana em que se reforçam uniões, procurei uma harmonia na roupa que escolhi hoje. Gostaram do meu lacinho verde?

You Might Also Like

3 comentários

  1. são famílias assim que fazem falta! E que saudades que eu tenho da bela Coimbra : )) *

    ResponderEliminar
  2. O lacinho do vestido?
    Adorei o vestido,mesmo giro e a cor enquadra na paisagem onde te encontravas..
    Coimbra,é uma cidade mesmo muito bonito, sempre muito acolhedora que ajuda anda mais à união e aos afetos.. E espero que tenha sido mesmo isso que tenha acontecido..

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Concordo Hella! ;) Eu também tinha, mas Coimbra está igual.. Tens que arranjar uma escapadela de fim-de-semana para dar lá um salto!

    Sim Karina! O lacinho verde! Obrigada. Sim o fim-de-semana correu muito bem. Boa semana!

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Welcome to our website !