Don’t you dare!

By quarta-feira, novembro 23, 2011


Ora diz-me o que vai ser de mim sem o meu mundinho perfeito, nos teus estofos, onde me arranjo e penteio diariamente? Em que cada espaço  se adapta plenamente a cada necessidade minha? Uns dizem que a ti só te faltam panelas e um fogão para te tornares numa auto-caravana, mas eu fito-os a pensar que tenho pena que não saibam desta nossa relação especial, onde tudo o que transportas tem um motivo e uma regra no nosso cosmos de existência viajante. Ok, há momentos em que podia ter mais cuidado contigo, limpar-te mais, perfumar-te mais, mas tu sabes que se não o faço não é por desleixo ou porque não goste de ti, mas porque me falta tempo. Tu, melhor do que ninguém, que me transportas de um lado para o outro, percebes que não tenho tempo, porque me comprometo com demasiadas coisas e porque não quero falhar,  e essencialmente, porque os dias deviam ter mais horas. Mas esse cliché tu também o sabes. E ainda mais agora, que te apareceu essa luz amarela no mostrador que me vai obrigar a levar-te à oficina, percebes que o tempo envelhece mesmo, por muito que nos iludamos. Se há coisa que a nossa relação nos ensinou é a ter uma visão de longo-alcance, não só porque na estrada devemos antecipar e ter a tal condução “defensiva”, com que nos enchem os ouvidos no código, mas também no sentido de planear, de antecipar e, por isso, também carregas um par extra de sapatos, e de meias e uma muda de roupa. Porque os imprevistos acontecem ( ah e uma escova, um bloco, um perfume, um creme, uma mala, alguma bijuteria, entre outras coisas que agora não me lembro).
À medida que vou escrevendo, vou percebendo que não posso ficar sem ti, companheiro de viagem, que fazes mais e que me acompanhas mais do que muitos que se dizem companheiros. A ti, que uma vez te chamei “tratadinho” numa brincadeira por seres TL na matrícula e me fazeres lembrar do recém Tratado de Lisboa, fica um aviso bem claro: nem penses que a sucata é uma opção e nem te atrevas sequer a ponderá-la em tempos próximos!

You Might Also Like

2 comentários

  1. Lindame escrito, como sempre Mia! ; ) Também tive um desses com 19 anos repleto de coisas como t-shirts, calças de ganga, sweat-shirts e etc! lool Há 1 ano e meio foi para a sucata, não tive outra hipotese, o arranjo era mais caro que o carro em si!

    ResponderEliminar
  2. Ai, mas o meu está muuuuito bem conservado, aposto que é só uma coisa mínima! A ver vamos! Eu vou dando novidades do status do tratadinho!

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Welcome to our website !