Aquelas cujo sabor não deve ser pronunciado

By quinta-feira, julho 21, 2011


A pastilha acompanhou várias fases da minha vida. Do primeiro negócio, onde eu oferecia um rebuçado manhoso por uma chiclete de morango que me conferia um certo estatuto, ao primeiro date onde me fartei de mastigar pastilhas de mentol não fosse o caso de ter de dar um beijinho, sem ser os de treino na palma da mão, ao ar simulado a disfarçar nas aulas para os “profs” não me porem na rua. Hoje continuamos a comê-las por vários motivos. Eu como porque gosto, mas antes das reuniões reconheço que dá sempre aquela confiança de hálito cuidado. (há também os que as comem sonoramente durante, mas não falemos de coisas tristes!)

Quando pensamos numa marca de pastilhas, rapidamente identificamos a Tridente, já que a sua capacidade de inovação tem trazido alegria ao mundo das pastilhas. Na terça-feira, fui ao evento de lançamento das novas Tridente Mistery, no Meninos do Rio. Vendaram-nos e os nossos sentidos ficaram apurados para recordar momentos e vivências através de uma simples pastilha na boca.

No final, houve um sabor que não conseguimos decifrar e, ao que parece, assim continuaremos embora tenhamos uma certeza: adoramos o sabor.

Experimentem e digam de vossa justiça !

You Might Also Like

7 comentários

  1. Sei qual o sabor...pode se dizer? :P

    ResponderEliminar
  2. Sabes? Ou achas que sabes? ;) Diz, diz!

    ResponderEliminar
  3. eu não vou dizer, porque corro o risco de ser comida por avestruzes xD adoro pastilhas :) adorei a das pessoas que as mascam em reuniões, ahah

    ResponderEliminar
  4. ahah! Mas sabes? ;) É péssimo assistir a esses fenómenos!

    ResponderEliminar
  5. Olá Sofia! São óptimas, não são?

    ResponderEliminar

Welcome to our website !